A partir de hoje, o busto em bronze de António Livramento e a Taça 1947 original têm nova morada, no Museu Nacional do Desporto.

Foi com entusiasmo que a diretora do Museu Nacional do Desporto, Ana Semblano, recebeu do presidente da Federação de Patinagem de Portugal, Luís Sénica, estas duas peças, que ficarão ao cuidado do Museu, em exposição.

O busto de bronze de António Livramento foi mandado fazer pelo Grupo de Amigos do Livramento, numa iniciativa impulsionada pelo antigo guarda-redes da Seleção Nacional António Ramalhete e por Vítor Pinheiro, que também desempenhou funções de selecionador nacional da formação. Esta iniciativa foi concretizada em 2000, um ano após a morte de António Livramento, com o propósito de homenagear e perpetuar a sua imagem. 

A Taça 1947 é o 1º troféu de Campeão do Mundo e Campeão da Europa ganho por Portugal, em 1947, no Pavilhão dos Desportos (Carlos Lopes). Com esta conquista, Portugal iniciou o percurso de excelência no hóquei em patins, contando já com 16 Campeonatos do Mundo e 21 Campeonatos da Europa, além de vários Jogos Mundiais e Taças das Nações.

Para Luís Sénica, este é um dia «particularmente feliz, porque quando tomei os desígnios da Federação, uma das primeiras coisas que pensei foi que tinha de colocar o busto do Livramento num local digno, para todos nós. Neste momento, até termos um espaço próprio nosso, onde possamos ter este tipo de peças, o Museu Nacional do Desporto é o local de eleição», explica.


0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.