Com a presença de 44 dos 59 delegados, a Assembleia Geral analisou as actividades de 2016 e debateu sobre o futuro da patinagem.
O presidente da direcção, Fernando Claro descreveu 2016 como um “ano intenso””, em que a Federação foi “”firme e determinada””.
A discussão e votação do relatório de actividades, relatório de gestão, balanço e demais documentos de prestação de Contas do Ano de 2016 terminou com uma aprovação clara, com apenas duas abstençőes – das AP’s do Alentejo e Leiria – justificadas pelos respectivos delegados não quererem deliberar sobre um período em que não estavam em exercício.
Já apontado ao futuro, tendo em vista a participação portuguesa nos World Roller Games, a direcção da Federação de Patinagem de Portugal ficou autorizada a pedir um eventual financiamento até ao valor de 100 mil euros, dado que o apoio do Instituto Português do Desporto e da Juventude é feito em duodécimos e poderá ser necessária liquidez antes que este seja concretizado.
Num salutar debate aberto aos presentes, foram abordados diversos assuntos de interesse da Patinagem, sendo de destacar temas como o Desporto Escolar, as novas acçőes de Observação, Identificação e Selecção de Talentos da Patinagem de Velocidade.
No final, Fernando Claro deixou uma breve declaração sobre a discussão construtiva levada a cabo.
#YOUTUBE ne9nx1TgYNc”

Categorias: FPP

0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.