Na base dos critérios para a seleção das treinadoras a serem reconhecidas estiveram não só o mérito desportivo no alto rendimento como também o pioneirismo em modalidades predominantemente dominadas por homens, em modalidades que historicamente, têm uma maior incidência de elementos do sexo feminino, o facto de serem treinadoras de diferentes geraçőes e treinadoras dentro do movimento olímpico e não olímpico com um destaque no trabalho realizado ao nível dos escalőes de formação.
“Cristina Claro é técnica nacional desde 2006 e selecionadora nacional desde 2008.
Como selecionadora foi responsável pelo título de campeão do mundo sénior masculino de Solo Dance em 2010 e 2015, assim como o título de vice-campeão mundial de juniores de 2008 e o título europeu de juniores de 2018.
Como treinadora, conseguiu um total de seis medalhas em campeonatos do Mundo, campeonatos da Europa e taças da Europa, em juniores, juvenis, cadetes e infantis.””
Consideramos que este é uma distinção merecida e damos os parabéns ŕ nossa selecionadora Cristina Claro.


0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.