Alfredo Quintana, o guarda-redes luso-cubano de 32 anos, do andebol do Futebol Clube do Porto e da Seleção Nacional, faleceu hoje, no Hospital de São João.

O atleta internacional luso estava internado desde segunda-feira, na sequência de uma paragem cardiorrespiratória no início do treino do FC Porto, no Dragão Arena.

A jogar na equipa nortenha desde a época 2010/2011, foi convocado para a Seleção Nacional, pela primeira vez, em 2014, tendo sido presença assídua na mesma até ao último mundial da modalidade, já em 2021.

O bom «gigante», de dois metros de altura, era considerado um dos nomes maiores do desporto português e internacional e uma referência para os atletas da modalidade. Nos últimos dez anos, Quintana gravou o seu nome na história do andebol nacional e do FCP com seis campeonatos, uma Taça de Portugal, três Supertaças e um terceiro lugar na EHF Cup em 2019.

À família do jogador, aos companheiros de equipa, ao FCP e à Federação de Andebol de Portugal, a Federação de Patinagem de Portugal endereça as mais sentidas condolências.

Categorias: FPP

0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.