O SL Benfica venceu o Sporting CP, por 5×7, e vai defrontar o C Infante Sagres, na final de amanhã.

As águias cedo estabeleceram o ritmo de jogo, ao abrirem o marcador, no primeiro minuto, com um golo de Flor Felamini. Cinco minutos depois, foi a vez de Maria Sofia Silva ampliar a vantagem para o 0x2. A mesma Flor Felamini desperdiça a conversão de um penalti, depois de falta assinalada a Rita Lopes e é o Sporting CP, por Rute Lopes, que reduz para 1×2.

Com o ritmo a manter-se alto, o SL Benfica chega ao 1×4, com dois golos de Marlene Sousa, mas as leoas não baixaram os braços e chegam ao empate, com três golos de Ana Catarina Ferreira, que fixa o resultado em 4×4 ao intervalo.

No segundo tempo, é novamente o SL Benfica que amplia o marcador, com golos de Marlene Sousa e Maria Sofia Silva que faz o 4×6. A cinco minutos do final, de novo Marlene Sousa, faz o poker na partida e fecha a contagem para as águias, ao marcar o sétimo golo. Antes do apito final, o Sporting CP ainda reduz, por Rute Lopes, fixando o resultado final em 5×7.

Na análise ao jogo, Nuno Pinto salientou as semelhanças com o último encontro entre as duas equipas que considerou «ser parecido». «Sofremos um golo muito cedo e lutámos, continuámos a tentar fazer o nosso melhor e depois sofremos três golos de rajada» o que fez a equipa «andar atrás do prejuízo», mesmo assim «conseguimos mais uma vez ir para o intervalo com o jogo empatado», explicou.

Relativamente à segunda parte, «sofremos dois golos nos primeiros cinco minutos, quebramos animicamente, como é normal. Ainda assim, não baixámos os braços, lutámos até ao fim». Nuno Pinto acredita que «se tivéssemos não deixado o marcador ir aos três golos de diferença, poderíamos continuar no jogo». «Mas não aconteceu e agora vamos descansar porque foi uma época longa, desgastante, para o ano virmos mais fortes, para continuar a dar ainda mais do que esta luta e para ver se, definitivamente, matamos o borrego e conseguimos ganhar um troféu».

Da parte do SL Benfica, o técnico Paulo Almeida considerou que foi «uma grande partida de hóquei em que a minha equipa voltou a ser superior durante os 50 minutos» e que o «Benfica voltou na segunda parte a mostrar que foi melhor que o Sporting». O treinador das águias frisou que «estamos todos satisfeitos, mas ainda não está o objetivo conseguido. O objetivo é amanhã, mais 50 minutos para ganhar a Taça de Portugal» com o CI Sagres, equipa pela qual «temos muito respeito». «Agora é tentar recuperar a minha equipa, o melhor possível, porque o jogo final é amanhã ao meio-dia», concluiu.

A final joga-se amanhã, às 12h, com transmissão n’A Bola TV e através do Portal da FPP em https://tv.fpp.pt/.

Toor Azemad

Patrocinadores Oficiais do Hóquei em Patins