Foi um jogo recheado de golos, aquele que protagonizaram o detentor da Taça e o Campeão Nacional.
O FC Porto, tremendamente eficaz, chegou cedo a três golos de vantagem e ao intervalo já vencia por 7-2.
Os encarnados reagiram na segunda parte e chegaram mesmo ŕ diferença mínima (7-6), mas os azuis-e-brancos não perderam o norte e reagiram, vencendo por 13-7.
Este foi o 20º títulos do FC Porto em 25 presenças na decisão do troféu que homenageia António Livramento.
Em anexo, a ficha de jogo.


0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Toor

Patrocinadores Oficiais do Hóquei em Patins