Enquadrada no plano de formação da Federação de Patinagem de Portugal, será realizada uma ação de formação em regime b-learning dirigida a Juízes de Qualidade e Painel Técnico (âmbito associativo).

O objetivo desta ação é atualizar Juízes e TS quanto às regras para 2022 e preparar para melhoria de conhecimentos e competências para atuarem em provas Rollart a nível Associativo.

A formação é OBRIGATÓRIA para exercer funções de ajuizamento nas provas da época 2022 para todos os agentes sem formação contínua 2022.

A formação Teórica será realizada online e as avaliações serão presenciais.

As inscrições estão abertas até dia 27 de fevereiro de 2022.

Os interessados devem efetuar a inscrição através do preenchimento do formulário (ver link no quadro).

Depois de validada a inscrição, a FPP irá enviar um email a partir de 28 de fevereiro de 2022 com as informações para a sua participação e pagamento, que deverão efetuar até às 12h00 de dia 02 de março de 2022.

 

Tema Formação Contínua Regional de Juízes de Qualidade e Técnicos Especialistas
Destinatários – Juízes de Qualidade Regionais/Nacionais de todas as especialidades que não tenham realizado a formação nacional ou que não tenham obtido aprovação na formação nacional – após aprovação nesta formação poderão ser convocados para provas associativas/regionais nas especialidades que frequentem, incluindo Provas de Acesso.

– Técnicos Especialistas Regionais/Nacionais que não tenham realizado a formação nacional ou que não tenham obtido aprovação na formação nacional – após aprovação nesta formação poderão ser convocados para provas associativas/regionais nas especialidades que frequentem.

– Juízes White Nacionais/Regionais/Estagiários que não tenham realizado a formação nacional – após aprovação nesta formação poderão ser convocados para provas associativas/regionais nas especialidades que frequentem, incluindo Provas de Acesso.

– Juízes de Qualidade Nacionais e TS Nacionais que por razões devidamente justificadas não puderam frequentar a formação nacional – após aprovação nesta formação poderão ser convocados para as provas nacionais.

 

– Técnicos Especialistas Regionais que ainda não sejam Juízes de Qualidade – a manutenção da especialidade de TS fica condicionada à aprovação enquanto Juiz de Qualidade.

 

PF ver notas abaixo.

Datas e Horário Formação teórica de TS/QOE – ONLINE

Horário 20h às 24h

02.MAR – TS Precisão

03.MAR – TS Dança & Solo Dance

07.MAR – QOE Pares Artísticos

08.MAR – QOE Precisão

O9.MAR – TS Pares Artísticos (obrigatório para quem é ou se candidata a TS de Patinagem Livre)

10. MAR – QOE Patinagem Livre

14.MAR – TS Patinagem Livre (Obrigatório para quem é ou se candidata a TS de Pares Artísticos)

15.MAR – Código de Ética, Painéis de Ajuizamento e Componentes (Obrigatório para todos os TS e QOE)

16.MAR – QOE Dança

Nota – Poderá haver alterações em função do número de inscritos.

 

Avaliação TS/QOE – PRESENCIAL

Avaliações Teóricas – 19 e 20 de março

Avaliações Práticas TS – data a designar

Local ONLINE – sessões teóricas

Avaliação teórica – locais a designar, distribuídos geograficamente.

Avaliação prática – local a designar.

Inscrição Formulário: https://forms.gle/F3V2FsGd3Fpiz5sM8
Investimento Juiz de Qualidade: é obrigatório frequentar a formação e realizar avaliação em todas as especialidades: Livres/Pares Artísticos; Dança/Solo Dance; Precisão; Código de Ética) – 50 EUR

Juizes QOE considerados “não aptos” na formação nacional – 10€ por especialidade a realizar nesta formação.

 

TS – 50 EUR (pela formação QOE) + 10 EUR por especialidade que tem ou a que se candidata: 1 – Livres/Pares; 2 – Dança/Solo Dance; 3 – Precisão.

TS considerados “não aptos” na formação nacional – 10€ por especialidade a realizar nesta formação.

Avaliação Para serem considerados aptos a ajuizar em 2022 é necessário:

– Presença, participação e avaliação positiva na formação.

– Avaliação teórica positiva nas especialidades de Juiz de Qualidade.

– Avaliação teórica e prática positivas nas especialidades de Técnico Especialista.

Ficam dispensados de avaliação, numa determinada especialidade, os Juízes de Qualidade e Especialistas Técnicos aptos em 2021 e que comprovem ter ajuizado, pelo menos, duas Provas Rollart e em momentos distintos durante a época transata. Por exemplo: 2 campeonatos associativos em associações diferentes; 1 torneio + 1 campeonato; 2 torneios, entre outras possibilidades.

Haverá lugar a promoção de categoria de Juiz de Estagiário para Regional caso o Juiz de Qualidade em causa obtenha aprovação em todas as especialidades.

Sábado dia 19 de Março das 9h-12h:

  • Pavilhão Multiusos de Paredes (APPorto + APMin + APAve)
  • Centro de Alto Rendimento de Badminton Caldas da Rainha (APLei + APRib + APCoi)
  • Escola Setúbal (nome da escola a confirmar) (APLis + APSet + APAleAlg)

Domingo dia 20 de Março das 9h-12h:

  • Ponta Delgada (local a confirmar) (APSM)

 

Exame prático de TS de Livres e Pares na APSM – a seguir aos exames teóricos, com intervalo.

Todos os restantes exames práticos de TS serão realizados em local e data a designar.

Os agentes de arbitragem poderão escolher um local para a realização dos exames que não o da sua associação mediante informação escrita com o pedido.

Preletores Cláudia Marques, Helena Viana, Helga Marques, Nuno Santos, Ricardo Pinto.
Notas Importantes

 

Para estar presente nas avaliações presenciais, as pessoas terão de cumprir com as normas da DGS, referentes à prevenção Covid-19, em vigor no momento presencial da formação.

 

Todos os Juízes de Qualidade têm de frequentar toda a formação QOE e realizar avaliação teórica em todas as especialidades. Há dispensa da avaliação apenas em caso comprovado de ajuizamento de, pelo menos, duas provas Rollart em 2021, em momentos distintos, e apenas na especialidade ajuizada. No final a habilitação poderá ser parcial.

 

Juízes White terão de frequentar toda a formação QOE e realizar avaliação teórica em todas as especialidades, por forma a obter habilitação de Juízes de Qualidade Rollart. No final a habilitação poderá ser parcial.

Juízes de Qualidade podem candidatar-se a Especialistas Técnicos nas áreas: 1 – Livres/Pares; 2 – Dança/Solo Dance; 3 – Precisão.

Juízes White podem candidatar-se a Especialistas Técnicos nas áreas: 1 – Livres/Pares; 2 – Dança/Solo Dance; 3 – Precisão, ficando pendente esta habilitação da aprovação enquanto Juiz de Qualidade na especialidade a que se candidata.

Especialistas Técnicos poderão candidatar-se a novas especialidades desde que sejam Juízes de Qualidade na nova especialidade. Caso ainda não o sejam, a habilitação fica pendente de avaliação positiva enquanto Juiz de Qualidade da especialidade em causa.

TS de Patinagem Livre TÊM de realizar a Especialização de Pares Artísticos.

TS que ainda não são Juízes de Qualidade TÊM que frequentar e obter aprovação na formação QOE, ficando a habilitação pendente de aprovação na respetiva especialidade enquanto Juiz de Qualidade.

Nenhum agente poderá exercer funções de Técnico Especialista sem ser, também, «Juiz de Qualidade Apto».

 

Juízes e/ou TS que tenham obtido resultado “não apto” na formação nacional 2022 têm de realizar avaliação nesta formação e obter resultado ”Apto” para poderem ajuizar em 2022.


0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.