A Selecção Nacional aproveitou a sua presença no Luso para, na manhã desta quinta-feira, participar numa acção para sensibilizar para um futuro que é de todos.
A equipa trocou os sticks por pás e picaretas e todos contribuíram na plantação de um azereiro, espécie ibérica em extinção, também conhecida como gingeira-brava ou loureiro-de-portugal, num momento que contou com a presença de Guilherme Duarte, vice-presidente da Câmara Municipal da Mealhada, e que teve como anfitrião o presidente da Fundação da Mata do Buçaco, Eng.
António Gravato.
#YOUTUBE saMbrGad1Ck

António Gravato envolveu todos na plantação da árvore e no tema da limpeza das matas, particularmente sensível numa altura em que os incêndios devastam largas áreas florestais.
A Selecção Nacional que em Setembro disputa o Campeonato do Mundo recebeu um certificado com as coordenadas geográficas onde a árvore foi plantada, e agora aquele azereiro é um pouco de todos desta Selecção de 2017, pretendendo os organizadores da iniciativa que os “proprietários”” venham visitar a “”sua”” árvore e acompanhem o crescimento.
Esta foi uma forma de perpetuar a ligação emocional que as selecçőes nacionais de patinagem, e esta Selecção em particular, têm com o Luso e o Buçaco, em cuja mata há árvores com mais de 4 séculos.


0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Toor

Patrocinadores Oficiais do Hóquei em Patins