A jogar frente ao anfitrião do 35º Campeonato da Europa, a Selecção Nacional adiantou-se no marcador aos 12 minutos por João Pereira, mas viu a Espanha restabelecer a igualdade já no último minuto da primeira parte.
Numa etapa complementar, repleta de emoção, os espanhóis consumaram a reviravolta, mas foi a vez de Portugal reagir e restabelecer a igualdade, por Xavier Pinho, a dois, com 12 minutos para jogar no tempo regulamentar.
Sem conquistar um campeonato de Sub-17 desde 2012, a Espanha apostava tudo perante o seu público e voltou a estar ŕ frente por mais duas vezes, mas sempre com o grupo orientado por Nuno Ferrão a conseguir responder ŕ altura.
Hugo Santos fez o 3-3 e João Maló assinou o 4-4, que levaria o jogo para o prolongamento.
No tempo extra, a Espanha voltou a marcar perto do intervalo, desta feita com o golo a ser literalmente de ouro para os espanhóis.
Por Portugal, estiveram presentes nesta final e marcaram Alejandro Edo (gr), Carlos Ramos, Xavier Pinho (1), Hugo Santos (1) e João Pedro Pereira (1) – cinco inicial – João Maló (1), Miguel Moura, Diogo Abreu, José Tiago e Tiago Freitas (gr).


0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Toor

Patrocinadores Oficiais do Hóquei em Patins