Frente a uma Andorra que surpreendeu a Itália na jornada inaugural, Portugal jogava pelo primeiro lugar do grupo.
Em gestão, os portugueses controlaram todos os momentos do encontro, mas Andorra dispôs de uma soberana oportunidade para se adiantar, quando Gerard Miquel desperdiçou uma grande penalidade a quatro minutos do intervalo.
Pouco depois, Gonçalo Nunes inaugurou o marcador com o único golo da partida na primeira parte.
Na segunda parte, Portugal seguiu sem forçar e a reagir conforme necessário.
Aos nove minutos, Gerard Miquel fez o empate e, no lance seguinte, Pedro Batista repôs a vantagem.
Já nos derradeiros cinco minutos, Gonçalo Pinto fez o 3-1 final a castigar a 10ª falta andorrenha.
Tomás Moreira realçou a organização defensiva da equipa.
“Jogámos bem.
Estivemos defensivamente bem, não dando muitas oportunidades de golo e fomos eficazes.
É um resultado justo””, frisou.
António Trabulo, campeão europeu de Sub-17 em 2015, faz um balanço desta primeira fase.
“”O campeonato está a correr bem.
Somos a única equipa que tem só vitórias, mas estamos conscientes das dificuldades””, ressalva.
“”Mas motivados e unidos para o objectivo””, destaca.
Luís Duarte fez alinhar de início Diogo Brandão (gr), António Trabulo, Gonçalo Conceição, Tomás Moreira e Gonçalo Pinto (1 golo marcado) e entraram ainda Gonçalo Nunes (1), Pedro Batista (1), Carlos Loureiro e Rafael Lourenço.
Nos quartos-de-final, Portugal defronta esta quinta-feira a Suíça a partir das 19h30.
Em caso de vitória, o adversário será o vencedor da eliminatória entre Espanha e Andorra.”


0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Toor

Patrocinadores Oficiais do Hóquei em Patins