No segundo jogo da final do play-off do Campeonato PLACARD, o SL Benfica recebeu e venceu o FC Porto/Fidelidade, por 5-2, e empatou a eliminatória. As duas equipas têm novo duelo marcado no próximo domingo, às 15 horas, no Dragão Arena, para o jogo #3.

As águias voltaram a entrar pressionantes em rinque, optando por jogar pelas laterais. Os dragões procuraram surpreender da meia distância e foram os primeiros a marcar: Gonçalo Alves «roubou» a bola a Nil Roca e colocou em Carlo Di Benedetto para este inaugurar o marcador (0-1, minuto 21).

O SL Benfica não se deixou abalar com o golo e continuou a exercer pressão no último terço do rinque, conseguindo chegar ao empate no minuto 14 com Carlos Nicolía a tentar servir Gonçalo Pinto e, na insistência, o argentino marcou o 1-1. As águias continuaram a chegar com mais perigo à baliza adversária. Malián foi segurando o empate até ao minuto 10, momento em que foi assinalado um penálti a favor do SLB que Nicolía converteu no 2-1.

O FC Porto continuou a investir na meia distância embora sem resultados e o SL Benfica seguiu a pressionar, mas sem conseguir finalizar, com o resultado a manter-se inalterado ao intervalo.

A equipa treinada por Nuno Resende continuou a dominar na entrada para o segundo tempo. Com oito minutos no relógio Xavi Malián viu o cartão azul por falta sobre Zé Miranda e com penálti assinalado a favor do SLB, que Carlos Nicolía converteu no terceiro do jogo e da conta pessoal (3-1).

A equipa treinada por Ricardo Ares conseguiu reduzir ao minuto 12, resultado de uma transição rápida em que Hélder Nunes colocou em Telmo Pinto que se isolou rapidamente e rematou para o 3-2.

Na resposta, dois minutos depois, Gonçalo Pinto, solto de marcação, recebeu a bola no centro da área portista e rematou para o 4-2 das águias. A seis minutos do final da partida, Pol Manrubia recuperou a bola e, numa transição de 2×1, Zé Miranda finalizou para o quinto das águias e fechou a contas da noite.

No final da partida, o treinador Nuno Resende considerou que «o Porto entrou melhor que nós e depois, numa segunda bola nossa, empatámos, estabilizámos e voltámos ao nosso registo com intensidade nas fases todas do jogo, estressando o adversário com e sem bola. Aí o fator casa ajudou e fomos para o intervalo a ganhar 2-1, o que me parece justo».

«Acabamos por fazer o 3-1 num lance de bola parada e temos uma eficácia de 100% nas bolas paradas, o que também é muito importante. Passámos para o 4-2, depois para o 5-2, tendo uma enorme qualidade no controlo do jogo. Acho que a vitória é justa. Agora está 1-1 (na eliminatória) e é recuperar e perceber como é que podemos ir ao dragão disputar o jogo #3 e ganhá-lo», disse.

Do lado do FC Porto/Fidelidade, o treinador Ricardo Ares assumiu que este «não foi o resultado que queríamos. Trabalhámos muito durante o jogo todo e sentimos um amargo de boca, porque o que o marcador demonstra não foi o reflexo do jogo». Ares considerou que foi um jogo «muito renhido, entre duas boas equipas» e que «no final temos que melhorar a nossa eficácia pois se estivéssemos ao melhor nível nesse capítulo, o resultado seria certamente diferente».

Play-off | Final
Resultados

Jogo #1 | FC Porto/Fidelidade 5 x SL Benfica 3
Jogo #2 | SL Benfica 5 x 2 FC porto/Fidelidade

Agenda
Jogo #3 | 23/06/2024 | 15h00 | FC Porto/Fidelidade x SL Benfica
Jogo #4 | 26/06/2024 | 20h00 | SL Benfica x FC Porto/Fidelidade
Jogo #5 | 30/06/2024 | 15h00 | FC Porto/Fidelidade x SL Benfica*
*Se necessário

Consulte o calendário completo da final do play-off, as fichas de jogo em tempo real e todos os resultados e classificações no Portal Jogos HP e assista aos jogos na FPP TV e na DAZN.

 

Toor

Patrocinadores Oficiais do Hóquei em Patins