Portugal venceu categoricamente a França por 5-0 no jogo que garantiu a presença das lusas na partida mais desejada: a final do Campeonato do Mundo.
“O sentimento é de dever cumprido, por mais uma vitória em mais um jogo””, conta-nos o seleccionador nacional, Carlos Pires.
“”Encarámos esta meia-final sem desviar a nossa concentração para o que o jogo nos poderia vir a dar no fim””, detalha, traçando o paralelo com o jogo da fase de grupos, em que as portuguesas venceram as gaulesas por “”apenas”” 3-1.
“”Rectificámos alguns aspectos, mas, sobretudo, fomos mais eficazes nas oportunidades que construímos””, orgulha-se.
“”A equipa foi enorme na capacidade de ter a bola na segunda parte algo que ainda não tinha acontecido até aqui, e isso dá-nos confiança para o futuro””, afirma, apontando ao derradeiro objectivo.
“”Estamos orgulhosos de todo o nosso percurso neste campeonato.
Sofremos e soubemos reagir, e isso só uma verdadeira equipa, com união, consegue””, congratula-se, desejando mais.
“”Não ficamos por aqui, temos mais um jogo – o último – e mais um objectivo: vencê-lo””, vinca.
O seleccionador deixa a receita para a vitória mais desejada.
“”Vamos com humildade, respeito, mas atrevidas na abordagem ao jogo.
Analisámos e vamos corrigir o passado recente com a Espanha, e ambicionamos vencer este jogo””, frisa.”


0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Toor

Patrocinadores Oficiais do Hóquei em Patins